NELSON MELO

Viatura teria capotado após motorista desviar de carro que avançou o sinal vermelho|G. FerreiraViatura teria capotado após motorista desviar de carro que avançou o sinal vermelho|G. Ferreira

Durante um acidente de trânsito, ocorrido na manhã de ontem (13), na Avenida Daniel de La Touche, perto do Maranhão Novo, em São Luís, o motorista Walber de Jesus Conceição Santos, de 50 anos, morreu, quando a viatura da Polícia Civil guiada por ele capotou. O carro levava seis internos que haviam fugido do Centro de Juventude Eldorado no dia anterior.

No local, a reportagem do Jornal Pequeno colheu com o superintendente de Polícia Civil da Capital (SPCC), delegado Armando Pacheco, que a viatura, do Plantão do Parque do Bom Menino, modelo Mitsubishi Pajero, de placa OIR-2093, seguia em direção à Cohama, conduzindo seis adolescentes infratores da unidade de internação do Eldorado e mais um preso adulto, identificado como João Paulo. No carro, havia, além do motorista e dos presos, três policiais civis.

Nas proximidades do Shopping da Ilha, descreveu Pacheco, um automóvel branco teria avançado o sinal vermelho, perto de um elevado, na outra direção, atravessando o outro lado da via, quase batendo no carro policial. Walber, então, teve de manobrar para evitar a colisão, mas acabou perdendo o controle da direção e capotando, logo depois de passar pelo meio-fio. Testemunhas disseram que a viatura ainda colidiu em uma árvore fixada no canteiro central antes de rodopiar, parando no outro sentido da avenida, de cabeça para baixo.

O motorista sofreu esmagamento do crânio, morrendo no local, conforme detalhes repassados pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM). Já um investigador, identificado como Renan, teria sofrido pequenas escoriações, sendo encaminhado a um hospital. Os outros dois policiais saíram ilesos do capotamento. Os adolescentes, por sua vez, não tiveram um arranhão sequer e foram removidos para outra viatura em direção ao Centro de Juventude Eldorado. O preso adulto seria levado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

O acidente foi tão grave que o carro da Polícia Civil teve vários danos, com a lataria amassada, vidros estilhaçados e pneus furados. Era possível perceber óleo derramado e pedaços de peças do veículo espalhados na pista. O trânsito ficou praticamente parado nos dois sentidos da via, com fileiras de veículos aguardando a liberação. Com a ajuda dos bombeiros, agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) conseguiram retirar o carro do chão por volta das 11h15, por meio de um caminhão-guincho.

TO MOTORISTA

O Jornal Pequeno apurou que Walber de Jesus trabalhava como motorista há 28 anos na Polícia Civil, passando pelo Instituto de Criminalística (Icrim) e, recentemente, pelo Plantão do Bom Menino, onde estava há aproximadamente seis meses.

Um amigo dele, que preferiu não se identificar, contou que ele morava sozinho na Rua Marly Sarney, no Bairro de Fátima, pois era divorciado. Surgiram rumores de que a vítima não usava o cinto de segurança no momento do acidente, mas isso ainda está sendo investigado.

OUTROS CAPOTAMENTOS

Na manhã do último dia 30, duas viaturas da Polícia Militar capotaram, na BR-135, em situações distintas, sem vítimas fatais. Um dos acidentes ocorreu nas proximidades da Eletronorte, em São Luís, e o outro foi registrado no Campo de Perizes, no município de Bacabeira. O primeiro capotamento aconteceu no km 18,7, com uma guarnição do Maracanã (veículo Renault Duster), do 21º Batalhão de Polícia Militar (BPM), cujo único ocupante, o policial militar Osmi de Moraes Bezerra, foi socorrido por um médico que passava pelo trecho da rodovia.

Já por volta das 11h, outra viatura rodopiou, no km 37 da BR-135, no Campo de Perizes, quando seguia de São Luís para o interior. Na época, o motorista, o cabo Joel Carlos Gomes de Sousa, teria tentado realizar uma ultrapassagem, mas acabou sendo “fechado” por uma van, o que deslocou o carro policial para o acostamento, deslizando em uma poça d’água, subindo em um cano da Italuís e capotando.