Muita emoção marcou a passagem da Tocha Olímpica em São Luís, no dia de ontem. Por volta das 11 horas, as lamparinas com a chama, que foi acessa no dia 21 de abril na cidade grega de Olímpia, chegou a capital maranhense. E, com o espírito olímpico aflorado, São Luís recebeu de braços abertos a chama da Olimpíada do Rio de Janeiro.

Do aeroporto, a chama foi conduzida em comboio até a Praça Dom Pedro II, em frente a Prefeitura, onde iniciou o trajeto pelos locais de passagem. A primeira condutora foi a jovem Jaqueline Caldas, de 13 anos, que faz parte do projeto Movimento e Resgate Esportivo, ser a primeira dos 140 condutores que percorreram 39 quilômetros por ruas de vários bairros de São Luís.

Jaqueline Caldas acendeu a tocha e levantou o símbolo para a multidão. Era o sinal de que o Maranhão estava na rota da Olimpíada do Rio de Janeiro. Quem compareceu a Praça Dom Pedro II, pôde ver de perto um aparato de segurança gigantesco, centenas de fotógrafos e jornalistas que disputavam cada centímetro de espaço, principalmente quando a chama olímpica chegou à praça.

A jovem Jaqueline acendeu a tocha e a multidão acompanhou com muita emoção o percurso da chama olímpica pelas ruas de São Luís|Fotos|Mauricio AlexandreA jovem Jaqueline acendeu a tocha e a multidão acompanhou com muita emoção o percurso da chama olímpica pelas ruas de São Luís|Fotos|Mauricio Alexandre

Enquanto isso, grupos folclóricos comandavam a festa olímpica na capital maranhense. Da Praça Dom Pedro II, a tocha olímpica seguiu para o Bairro do Anjo da Guarda (Praça da Ressurreição), depois passou pela Praça Nossa Senhora de Nazaré (Cohatrac), Praça Irmã Gabriela Torselli (Turu), Avenida Litorânea, Espigão Costeiro e Praça Maria Aragão, onde já à noite, a programação foi encerrada com apresentações de cantores maranhenses, grupo de bumba meu boi, cacuriá e desfiles de blocos tradicionais.

A tocha olímpica segue no Maranhão. Nesta segunda-feira, a chama irá visitar a cidade de Barreirinhas. Lá, ela será colocada em uma balsa e navegará pelo Rio Preguiça em direção a Lagoa Azul. Na sequência, sai do barco e faz o percusso de quadriciclo. Em Barrerinhas, a Tocha Olímpica também irá percorrer seu caminho de helicóptero e kite surf.

A última parada da chama no Maranhão será nesta terça-feira, em Imperatriz. Após passagem na cidade, a Tocha Olímpica segue para Belém-PA. A tocha segue cruzando o Brasil até o dia 5 de agosto, passando por 326 cidades em 95 dias.