O prefeito Edivaldo inaugurou, ontem (30), a nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em São Luís. Reestruturada, a nova Central do Samu – instalada na Av. João Pessoa, Filipinho – receberá as chamadas feitas de toda a Região Metropolitana da Grande Ilha e, para isto, disponibilizará equipes que trabalharão em turnos de 24 horas. O processo de ampliação do atendimento do Samu atende à política de reestruturação da rede municipal de saúde.

No ato de entrega, o prefeito destacou a ampliação do serviço e enfatizou que o atual quadro na área em nada lembra a situação encontrada por ele quando assumiu a gestão municipal.

“No início da nossa gestão, encontramos apenas duas ambulâncias do Samu funcionando. Uma situação lastimável, que provocava um  gargalo no atendimento móvel na nossa cidade e deixava a população à mercê de um serviço deficitário e lento. Ampliamos esse número em mais de cinco vezes e temos melhorado a estrutura do atendimento, desde o recebimento das chamadas até o deslocamento e o atendimento médico socorrista com profissionais qualificados”, disse Edivaldo.Segundo a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, a localização da nova sede foi definida em conjunto com os profissionais do Samu. O local foi escolhido por ser considerado estratégico para os deslocamentos, por ser um ponto com acessos para a maior parte dos bairros da capital.

NOVAS BASES

De acordo com Helena Duailibe, nos próximos meses outras cinco bases descentralizadas do Samu serão instaladas na capital, para proporcionar ainda mais rapidez no atendimento às solicitações. As bases funcionarão nos bairros Cidade Olímpica, Distrito Industrial, São Bernardo, Cohab e na antiga sede do serviço, na área Itaqui-Bacanga.