Waldir Maranhão corta parte de salário de estagiários da Câmara

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, comandada interinamente pelo deputado Waldir Maranhão (PP), comunicou aos cerca de 180 estagiários de nível superior da Casa, nessa segunda-feira (30), que eles terão o salário cortado em mais de um terço. A decisão foi assinada por Maranhão e outros quatro integrantes da Mesa Diretora e pegou todos de surpresa.

A bolsa-salário paga atualmente é de R$ 1760 e, pela decisão, passará a ser de R$ 1120. O corte abrupto foi feito sob a alegação de contenção de despesas. O ato da Mesa foi assinado no dia 24 de maio e referendado no dia seguinte pelo diretor-geral da Câmara, Rômulo de Sousa Mesquita. Ele cumpriu a decisão da Mesa de baixar portaria e determinar um novo valor da bolsa para os estagiários.

Apesar disso, privilégios concedidos a parlamentares, reformas consideradas desnecessárias e serviços completamente dispensáveis, como as toneladas de café compradas mensalmente pela Câmara, estão mantidos. Está mantida também a série de benefícios e o salário do presidente afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A terceira-secretária da Câmara, deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), foi a única integrante da Mesa Diretora que não assinou o ato da Mesa. Ela sequer havia sido comunicada e, ao tomar conhecimento da decisão, disse discordar do corte de salário.

Elayne Cristina, estagiária do curso de Jornalismo da faculdade Estácio de Sá, lamentou a decisão e disse esperar que haja bom senso por parte do presidente em exercício para que volte atrás da decisão. “A maioria de nós vive com esse dinheiro. Fazemos nossos compromissos em cima do valor que recebemos e fomos contratados para receber aquele valor de R$ 1760. Não dá para cortar assim. Nem sei o que fazer”.

Deputados de diversos partidos avisaram que vão apelar a Maranhão para que a decisão seja revista e que, no mínimo, possa valer para novas contratações. Segundo o documento assinado por Maranhão, a qualquer momento a Câmara pode decidir por reduzir novamente o valor da bolsa-salário dos estagiários.

Capacitação sobre sustentabilidade para servidores do TJMA

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) promove nesta terça-feira (31), no auditório do Fórum de São Luís, o curso “Sustentabilidade na Administração Pública” para turma de servidores do Judiciário maranhense, das 8 às 12h e das 14 às 18h. O curso é promovido pela Escola Superior da Magistratura (Esmam), com a coordenação do Núcleo Socioambiental do TJMA. Estão sendo oferecidas três turmas nos dias 30 e 31 de maio e 6 de junho. A terceira turma acontecerá com os servidores da Esmam e dos sete polos das comarcas do interior, contemplando no total 106 servidores da capital e do interior. O objetivo é abordar a política pública de sustentabilidade no setor público e formar multiplicadores no processo de efetivação do Plano de Logística Sustentável (PLS) do Tribunal, que está de acordo com a Resolução nº 201 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e é conduzido no Judiciário pelo Núcleo Socioambiental.

Empossado novo juiz da comarca de Timbiras

DivulgaçãoDivulgação

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Cleones Cunha, empossou, ontem (30), o novo juiz da Vara Única de Comarca de Timbiras, Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne.

O magistrado foi promovido pelo Pleno do TJMA pelo critério de merecimento. Ele atuava há dois na Comarca de Alto Parnaíba. O termo de posse foi lido pela diretora-geral do Tribunal de Justiça, juíza Isabella Lago.

Na magistratura desde o ano de 2009, Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne – enquanto juiz substituto – passou pelas comarcas de Codó, Coelho Neto, Paulo Ramos, Timon, Vitorino Freire, tendo já atuado, também, em Timbiras. “Pretendo continuar atuando com o mesmo empenho e responsabilidade, realizando projetos sociais com vistas a renovar o sentimento de Justiça na comarca”, ressaltou.

O desembargador Cleones Cunha desejou sucesso ao magistrado no novo desafio profissional.

BNDS demonstra reponsabilidade do Estado com recursos disponibilizados para o MA

O deputado estadual, Bira do Pindaré (PSB), participou, nesta segunda-feira (29), de uma reunião no Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDS), no Rio de Janeiro, para tratar dos recursos disponibilizados para o Maranhão. A comitiva, composta por deputados estaduais e pelo autor do pedido, Hildon Rocha, foi recebida pelo presidente do banco, José Henrique Paim Fernandes. Durante a visita, a equipe técnica do presidente demonstrou que o Estado do Maranhão tem executado com excelência os recursos que tem sido disponibilizado pelo BNDS, em diversas áreas. Educação, saúde, segurança-pública, infraestrutura ganham destaque.

“Então, são investimentos importantes, que visam fortalecer o Estado nas suas ações e, certamente, em 2018 teremos muitas dessas ações concretizadas, a exemplo da Rede de Educação Profissional e Tecnológica – os chamados IEMA, que serão implantados graças a estes recursos e que representam um salto na qualidade da educação ofertada aos nossos jovens”, ressaltou Bira.Outro exemplo citado pelo socialista foram os programas de infraestrutura – como a expansão rodoviária e o Mais Asfalto, além do plano fortalecimento da segurança pública.

Reunião com o presidente do TJMA

Representantes da OAB, Ministério Público, Defensoria Pública e polícias Militar e Civil de Caxias se reuniram com o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Cleones Cunha, para discutir propostas relativas ao trabalho exercido pelas entidades em conjunto com o Judiciário. A reunião se deu durante a passagem do presidente do Judiciário maranhense pela comarca na última semana.

Foram feitos pedidos quanto à nomeação de juízes substitutos para atender a comarca de Caxias, implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe), além de agilidade nas ações de improbidade administrativa.

Quanto à nomeação de juízes substitutos, Cleones Cunha explicou que a prioridade agora é a nomeação de juízes nas comarcas vagas.

O presidente do TJMA ressaltou que o Judiciário maranhense está recebendo a versão 2.0 do sistema PJe, do CNJ, e pretende implantá-la em Caxias, em 2017.

O presidente da Subseção da OAB de Caxias, Agostinho Ribeiro Neto, falou que o Poder Judiciário do Maranhão, na figura do presidente Cleones Cunha, está mais acessível para ouvir o que a sociedade e o que as entidades representativas têm a dizer.

Honorato propõe frente para mediar negociação entre professores e Prefeitura

Durante pronunciamento realizado na Câmara Municipal, o vereador Honorato Fernandes (PT) se mostrou preocupado com o movimento de paralisação dos professores da rede municipal de ensino e propôs a formação de uma frente parlamentar para intermediar a negociação entre a categoria e o Executivo.

Na ocasião, o vereador afirmou que a paralisação das atividades escolares é uma violência contra crianças e adolescentes, que terão o direito de acesso à educação usurpado. Violência praticada também contra os professores, que não dispõem das condições mínimas de trabalho e não conseguem avançar o diálogo com a Prefeitura na busca de suas garantias. Honorato seguiu afirmando que a Câmara não tem se furtado do papel de fiscalizar o poder público, denunciando deficiências, independente do setor.

Plenário da Assembleia

Educação

O presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Fábio Braga (SD), defendeu a formação de um amplo grupo de trabalho para discutir estratégias, a fim de melhorar o setor educacional do Maranhão. O deputado comprometeu-se em levar ao Secretário de Estado da Educação as sugestões debatidas para ajudar a definir as metas de trabalho em benefício da qualidade do ensino.

Segurança

O deputado estadual Cabo Campos (DEM) promoveu uma Audiência Pública para debater a atual situação dos sub judice do último concurso da PMMA. O parlamentar parabenizou a luta dos candidatos, lembrando o longo e difícil caminho percorrido por eles desde o inicio e afirmou que medidas tomadas na Audiência Pública serão encaminhadas as autoridades governamentais.

BNDES

A deputada Andrea Murad (PMDB) e mais seis parlamentares maranhenses estiveram na sede do BNDES em reunião com o diretor José Henrique Paim Fernandes. A parlamentar tomou conhecimento dos andamentos das obras que estão sendo financiadas pelo banco e pediu material detalhado para iniciar as fiscalizações in loco. A reunião foi coordenada pelo deputado federal Hildo Rocha do PMDB. De acordo com o último levantamento feito pela deputada, o Maranhão possuía 527 obras com recursos do BNDES.

BNDES II

O deputado Alexandre Almeida (PSD) também participou da reunião na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro. A reunião, com o diretor das Áreas de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social do banco, José Henrique Paim, teve como objetivo obter informações sobre o andamento do empréstimo aprovado pela Assembleia Legislativa em 2012, no valor de R$ 3,8 bilhões.

Esporte

O deputado estadual Léo Cunha (PSC) solicitou junto à mesa diretora da Assembleia Legislativa a criação da Frente Parlamentar do Sul do Maranhão em Defesa do Futebol Amador. Uma entidade associativa que defende interesses comuns e que será constituída por representantes de todas as correntes de opinião pública da Assembleia.

Obras

O deputado Edivaldo Holanda (PTC) elogiou o prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PDT), pelos serviços de drenagem e pavimentação de mais de 20 ruas do Jardim São Raimundo. Ele enfatizou que Edivaldo Holanda Júnior, mesmo diante das dificuldades financeiras, tem trabalhado desde o primeiro momento que assumiu a prefeitura de São Luís.

Abraço do Dia

O nosso abraço desta terça-feira vai para o ortopedista Aurélio Ramalho, que passou o fim de semana comemorando nova idade. Ao aniversariante, votos de muita saúde e paz. Parabéns!

Tuitaços

• the voice kids masterchef junior agora vamos ter a lava jato baby pra investigar patrimônio de filho bem novinho de político. @joaoluisjr

• Hoje, uma eleição municipal sem @BiradoPindare e @netoevangelista é vazia. Sufoca juventude. Vitoria da grei não-Republicana e antidemocrática. @SFmelo13

• Aguardo nota do @psdbmg passando aquele pano para mostrar que todo partido nesse país é igual quando a corrupção é no próprio quintal. @gabrielazevedo

• A barbárie nossa de cada dia nos dai hoje! Dois linchamentos (um em Imperatriz e outro na Pindoba) com três mortes no fim de semana. @wagner_cabral

• Melhor um presidente que DEMITE do que um que banca, como Lula e Dilma fizeram ao longo de 13 anos. A “faxineira” não durou um verão. @Verazattar

• Defendo uma Constituinte exclusiva para uma reforma política profunda. A estrutura política está destruída. @HenriqueFontana

• Temos de fazer a renovação da base política. Como? Renovando a prefeitada. São 5.568 prefeitos. Vamos analisar o perfil dos candidatos. @GaudTorquato

• Continua a mobilização das nossas Polícias, com auxílio da Força Nacional de Segurança. Não permitiremos que quadrilhas voltem a mandar. @FlavioDino

• Sarney estaria “triste” e “decepcionado” com o Sérgio Machado a quem tinha como um “irmão”. Sarney fez o desabafo a um dep federal do MA. ? @robertlobato13

• Quedas: Ministros do Temer – 2 Chapecoense – 0 @lucas_pastore

Rarará

– Pai me compra um iPhone 6?

– Qual a palavra mágica filhinha?

– Naiara

– Quem é Naiara?

– Sua amante.

– Já escolheu a cor da capinha?

Sobe/Desce

Sobe

Um grupo de cinco pessoas formado por operadores de turismo e jornalistas franceses estão em São Luís para conhecer os atrativos naturais, culturais e a gastronomia da capital maranhense. A ação faz parte de um convênio assinado entre a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e o Governo Federal, via Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) e tem como objetivo a divulgação na França, Peru, Colômbia e Argentina do roteiro integrado formado por São Luís, Alcântara e Barreirinhas.

Desce

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, comandada interinamente pelo deputado Waldir Maranhão (PP), comunicou aos cerca de 180 estagiários de nível superior da Casa, nessa segunda-feira (30), que eles terão o salário cortado em mais de um terço.