O prefeito de Barreirinhas, Léo Costa (PDT), fez uma visita ao Jornal Pequeno, na sexta-feira (27), ocasião em que apresentou um balanço de três anos e meio de seu trabalho, buscando soluções para graves problemas que encontrou ao tomar posse na prefeitura do município. Léo frisou que Barreirinhas, mesmo sendo a principal cidade turística do interior do Maranhão, estava travada em seu processo de desenvolvimento e, de um certo modo, acabou ficando muito isolada.

“Deus foi muito bom com Barreirinhas, dotando a cidade de belezas singulares. Mas o nosso município tinha dois aeroportos – um antigo e um novo – ambos sem homologação, portanto com proibição de pouso e decolagem. Da mesma forma, a ligação Barreirinhas, Parnaíba, Jericoacoara e Fortaleza estava interrompida; não havia estrada, dificultando o acesso de turistas ao paraíso ecológico de Barreirinhas. Da mesma forma, saúde básica era precária e a educação muito desestruturada”, declarou.

Léo Costa frisou que Barreirinhas hoje vive um novo cenário, por conta de grandes conquistas alcançadas por seu trabalho como gestor público. Ele cita a homologação do novo aeroporto – Aeroporto Governador Jackson Lago -, com capacidade de receber voos iguais aos que têm como destino a cidade São Luís. O aeroporto ainda não começou a operar com linhas regulares, porque falta a conclusão do terminal de passageiros, uma obra a cargo do governo do estado, com recursos do Ministério do Turismo.

Outra conquista é a pavimentação da rodovia Barreirinhas – Paulino Neves, graças à implantação do Parque de Energia Eólica nos campos do Rio Novo. Esta estrada vai ligar os Lençóis Maranhenses ao Delta do Parnaíba e à região de Jericoacoara, conhecida como a Rota das Emoções. “Esta é uma obra da maior importância, porque potencializa a Rota das Emoções e potencializa Barreirinhas como cidade líder desta região”, ressaltou Léo Costa.

ESCOLA DIGNA

Para o prefeito, grande conquista também é a reformulação das estruturas da educação municipal, com a implantação do Escola Digna Municipal. Este programa, segundo Léo Costa, já resultou na entrega de 13 escolas, na zona rural, e o encaminhamento de mais de 30 novas escolas e creches, como também a climatização de mais de 30 escolas, na zona urbana e rural, emprestando novo rosto à educação.

Léo Costa destaca ainda, como conquista de sua gestão, a implantação de um sistema de unidades básicas de saúde (UBSs) – com 23 equipes de saúde da família, a interiorização de quatro médicos cubanos, do programa Mais Médicos, resultando em indicadores de saúde formidáveis, com ampla cobertura de vacinas e queda da mortalidade infantil e também a quase inexistência de dengue.

“No ano de 2015 foi registrado apenas um caso de dengue em nosso município”, comemora Léo Costa, fazendo referência também à construção de 650 habitações do Programa Minha Casa Minha Vida, que resultou na criação de um novo bairro na cidade: o Residencial Mundico Cosme.

A Prefeitura de Barreirinhas concretizou a implantação de uma agência do INSS, que já atendeu em menos de dois anos a mais de 15 mil pessoas que antes teriam de se deslocar para São Luís, Tutóia ou Chapadinha. Léo Costa contabiliza um conjunto de obras de pavimentação de ruas e avenidas e a implantação de equipamentos fundamentais tais como a rodoviária e o centro de convenções, além de ter assegurado a expansão da limpeza pública da cidade,

Além da retomada da vida cultural da cidade turística, como a volta das grandes vaquejadas, do festival de jazz e blues, dos carnavais, do Natal de Luzes, e a reabertura da Escola de Música Padre Jocy Rodrigues, a Prefeitura conseguiu a implantação do Programa Corredor Produtivo 402, que tem como carro chefe o desenvolvimento dos sistemas integrados de produção de alimentos, conhecidos como sistema Embrapa, que revoluciona a concepção da pequena agricultura com preservação do meio ambiente.

“Para nós, outra conquista da maior importância é volta da confiança em um governo chefiado pelos filhos da terra e a volta da autoestima do nosso povo.