O Plenário da Câmara aprovou, ontem, o projeto do Senado que fixa em R$ 1.014 o piso nacional para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, com jornada de 40 horas semanais. A matéria deve retornar ao Senado devido às mudanças feitas pela Câmara. Para o deputado Simplício Araújo, foi uma vitória da categoria que tanto contribui para a saúde do país.

“Foi uma luta incansável desses trabalhadores. Espero que o Senado vote de maneira rápida e que a presidente Dilma sancione. Se ela vetar, a Câmara vai derrubar o veto”, garantiu o parlamentar.

A sessão foi acompanhada por diversos agentes que, das galerias, aplaudiram os discursos favoráveis. Da tribuna, Simplício, junto com os agentes, comemorou a aprovação e lembrou que a proposta vai beneficiar mais de 300 mil agentes comunitários de saúde.