Palestras de esclarecimento sobre a vigilância da qualidade da água para consumo humano e distribuição de filtros de água foram algumas das ações realizadas esta semana na área Itaqui-Bacanga. A ação beneficiou famílias dos bairros Mauro Fecury I e Vila Nova por meio do Projeto Técnico de Trabalho Social (PTTS), ligado ao Programa de Abastecimento de Água. O evento, realizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp), conta com a parceria do governo federal.

A área Itaqui-Bacanga foi escolhida para iniciar as ações após levantamento da demanda local, trabalho realizado pelo PTTS junto aos Agentes Comunitários de Saúde. Até o mês de outubro serão distribuídas cerca de 600 unidades de filtros de água às famílias atendidas pelo Projeto.

JP24482.3

As palestras são ministradas pela especialista em Vigilância Sanitária em Saúde, Taiane D’Angeli Rocha Moreira, integrante do corpo técnico da Vigilância Sanitária em Saúde Ambiental. Durante a atividade, houve a orientação aos participantes sobre a importância do consumo de água tratada, a fim de evitar doenças diarreicas de veiculação hídrica. Ela destacou ainda quanto à periodicidade de limpeza dos filtros. “Os filtros devem ser limpos a cada 15 dias e é importante também observar o prazo de validade das velas, cada produto tem seu prazo especificado na embalagem”, orientou.

Para a coordenadora do PTTS, Elga Mota, “este é um trabalho de educação, conscientização e prevenção que agrega valor ao serviço de abastecimento de água. O intuito das palestras é melhorar as condições de saúde das pessoas a partir de cuidados com o tratamento da água”.

Os filtros doados à comunidade são de barro, equipados com vela cerâmica de alta eficiência na retenção de partículas sólidas, proporcionado uma água leve, cristalina e livre de impurezas.

Implantado na área Itaqui-Bacanga, o Programa de Abastecimento de Água, executado pela Semosp, visa beneficiar mais de 250 mil pessoas com obras de infraestrutura. Segundo o engenheiro do PAC, Geovane Vale, as obras compreendem os serviços no sistema de capacitação na barragem Batatã, estação de tratamento de água (ETA), quatro estações elevatórias, 100 km de rede de distribuição de água com 21.643 ligações de abastecimento. “Serão realizadas 28 mil ligações de hidrômetros, regularização e recuperação de pavimentos de ruas, entre outras benfeitorias, elevando a qualidade de vida da população beneficiada”, disse Geovane Vale.