O promotor de eventos Jorge Ramos Viana, 47 anos, conhecido como “Jorge Babica”, foi preso na tarde de ontem ao tentar aplicar um golpe numa locadora de veículos. Jorge Ramos foi preso no momento em que recebia o pagamento referente à venda do automóvel que havia sido locado na empresa Localiza.

De acordo com o delegado Paulo Hertel, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículo (DRFV), localizada na Vila Palmeira, a prisão do acusado aconteceu com ajuda de informações da central do Disque Denúncia (3223-5800), informando que um homem estaria realizando naquele momento no Edifício Marcus Center, no Cohafuma, a venda de um veículo Fiat Palio Fire Economy, ano/modelo 2010, cor cinza, placa HMY-3481, de Belo Horizonte-MG, e que este era locado. Com isso, a equipe de policiais da DRFV foi ao local e começou a investigar o acusado.

Jorge Babica foi preso somente em uma agência do Banco Bradesco, por volta das 14h, quando iria receber R$ 4 mil, pois já tinha recebido R$ 1 mil. De acordo com a polícia, o carro havia sido alugado há cerca de quatro meses e estava com as parcelas em atraso.

O acusado e a pessoa que havia comprado o carro, identificada como César Júnior de Sousa, foram conduzidos à DRFV, onde foram ouvidos. No entanto, após prestar depoimento, César Júnior foi liberado.

O promotor de eventos Jorge Babica, morador do Bairro da Cohab, relatou que depois de vender o veículo iria pagar a franquia para a locadora. Por isso, foi autuado em flagrante pelo crime de apropriação indébita, e poderia ser liberado mediante ao pagamento de fiança.

(Por Valquíria Ferreira)