KAJURU TENTA SUICÍCIO
No último dia 09 de setembro, o jornalismo esportivo brasileiro poderia ter perdido um de seus mais polêmicos representantes. Jorge Kajuru, enfrentando diversos problemas pessoais e profissionais, tentou se matar ingerindo 14 comprimidos. “Tomei 14 comprimidos no meu flat e apaguei. A recepcionista começou a me ligar e como não atendia, ela chamou meu motorista. Eles entraram no quarto, me viram desmaiado e chamaram uma ambulância. No hospital, passei por uma lavagem estomacal e sobrevivi, graças a Deus”, disse o jornalista em entrevista ao site Terra. Atualmente morando em Ribeirão Preto – SP, Kajuru tem um talk show diário na TV Cultura local e está aguardando a melhora de sua saúde para que comece um programa no SBT regional.

RÁDIOESCUTA
Apesar de pouco tempo na área, o plantonista Cláudio Martins (foto) tem feito um trabalho de eficiência como plantonista da equipe de esportes da Rádio Educadora, que tem o comando e liderança de Garcia Júnior. Na hora dos gols do Campeonato Brasileiro da primeira divisão, ele sempre informa em primeira mão. Uma prova de querer é poder.

TELEJORNALISMO
As eleições mexeram realmente com as estruturas da TV Maranhense. Primeiro foi a saída do comunicador Karlos Rogger. Agora a direção da emissora resolveu tirar do ar o noticiário “Dia-Dia-Maranhão”. Com salários atrasados e sem muitas pautas, a equipe do jornalismo permanece produzindo matérias para o programa “O Povo com a Palavra”, que tem apresentação de Raimundo Nonato Jairzinho da Silva.

“DOSSIÊ VEDOIN”
Capítulo lamentável na história política brasileira. Até quando vamos ter que aturar a briguinha, guerra particular ou a disputa do poder pelos abusados tucanos e os “éticos” petistas. Ficamos com a inquietação de que estes dois importantes partidos que disputam o poder se estão realmente contribuindo para transparência, moralização e ética na política. Como bem disse o jornalista Alberto Dines: Este é um capítulo lamentável da nossa história política e, ao mesmo tempo, episódio vergonhoso na história da imprensa brasileira. Com personagens e tramas deste nível, os desdobramentos são ainda mais preocupantes.

PENALTY
Estão de relações estremecidas o repórter Ribamar Furtado (Ribinha) que integra a equipe de esportes da Rádio São Luís, e o gerente de futebol do Sampaio Corrêa, o goiano Jair Rabelo. Pelas informações obtidas, os dois quase não vão às vias de fato. É aquela velha história de sempre sobra para alguém da imprensa.

FONTE DO RIBEIRÃO
A Fundação Municipal de Cultura está devendo ao pessoal do carnaval o documentário sobre a cobertura da folia. Foram registradas imagens das festas carnavalescas realizadas no Circo da Cidade, passando por todos os desfiles da Passarela do Samba, Apuração e Premiação. Toda gravação teve o talento do jornalista e cineasta Cláudio Farias. Com a palavra o senhor Raimundo Adirson Veloso. Afinal de contas foi dinheiro público gasto.

OPERAÇÃO ABAFA
Antes que a direção do Sistema Franciscano soubesse, o bem informado repórter policial Domingos Ribeiro deu em primeira mão a lista dos presos pela Polícia Federal, na chamada operação “Sansão”, que envolveu os empresários Francisco Dantas Araújo, Antônio Carlos Barbosa Paes Landim, e o Moacir Monroe Ferreira. Já o jornal da família não divulgou os nomes, e muito menos foi ao ar a matéria produzida pela repórter Viviane Medeiros, para TV Miarnte.

RECADO DO DIA
Nenhum programa de rádio ou televisão pode virar Tribunal. Quem deve julgar os maus patrões e os maus jornalistas é o público. Portanto a turma boa que produz e apresenta alguns programas deve fazer a linha me poupem.

MEDICINA & SAÚDE
Na Rádio Universidade, mais precisamente no programa de entrevistas “Rádio Opinião” na última quarta-feira o entrevistado foi o médico Ibraim Almeida Filho. Em pauta, a Apnéia do Sono. Para quem não sabe o programa começa a partir das 7h50, com apresentação do professor e jornalista Adalberto Melo.

RADIOJORNALISMO
Na Rádio Capital AM (1.180 KHz), o âncora Gilberto Lima prossegue rasgando o verbo. É dele a produção apresentação da resenha “Comando da Manh㔠das 10h30 às 12h. Apesar do processo eleitoral, o jornalista tem despertado a atenção dos ouvintes para o dever de votar e sem erros.

GENTE DO APICUM
Na emissora do clero, o coordenador de jornalismo, o jornalista Henrique Pereira é quem comanda no horário da tarde a resenha “ Educadora em Debate”. Em ritmo de eleições 2006, Henrique já traçou todos os detalhes da cobertura do pleito, inclusive a marcha das apurações.

DESTERRO
Como os irmãos Luís César Maia e Augusto Tampinha estão engajados na campanha d’ Branca, não se tem notícia de nenhuma movimentação na Flor do Samba. Sendo assim, escolha de samba-enredo, abertura da sede e preparativos geral para o desfile só após o primeiro turno. Não custa lembrar que durante os 7 anos de governo da Guerreira, a Flor não ganhou nada versus nada.